Sobre Viviane Garcia

Sou uma pessoa que já experimentou de tudo no artesanato: papel vegetal, cartonagem, encadernação, papel marchê, biscuit e agora se aventurando no feltro ;)
Hoje sou funcionária pública do estado onde resido - Mato Grosso - lugar que eu aprendi amar, com a sua cultura gauchês, que me fez gostar de comer costela kkkkkkkkk
Sou formada em geografia pela Newton Paiva - antiga faculdade de Belo Horizonte, cidade onde residi até 2007.
Sou casada com o Lourival que também é professor e sou mãe da minha fofinha e querida bb chamada Maria Beatriz.

38 Comentários


  1. Amei, que artigo curto e direto, estou vivendo a minha paixão, que antes era um simples hobbie, o artesanato esta me proporcionando uma grande melhora de vida, principalmente na saude, sem falar no tempo que posso ficar com os meus netos

    Responder

  2. Vivi tive o artesanato como hobbie por muito tempo, não vivia a vida como havia sonhado, chegou um momento que larguei tudo para o alto e fui perseguir o meu sonho, se eu disser que ganhava mais do que meu emprego anterior onde eu gerenciava uma grande empresa estou mentindo mas estou muito mais feliz e realizada, com tempo para minha família

    Responder

  3. Se Deus encheu tua vida de obstáculos, é porque ele acredita na tua capacidade de passar por cada um!

    Ser feliz não é ter uma vida perfeita, mas deixar de ser vítima dos problemas e se tornar o autor da própria história.

    Responder

  4. Olá Viviane parabéns pelo artigo, com certeza temos que procurar na medida do possível alcançar nossos objetivos e fazer aquilo que amamos, pois quanto fazemos isso, alcançamos a excelência. Você agradeço muito a Deus pois faço aquilo que amo. Obrigada por compartilhar.

    Responder

  5. Viviane esse seu artigo me causou um desafio interior, pós venho tentando mudar essa situação de viver pra min e trabalhar pra min e honrar o meu compromisso como pai e um empreendedor de sucesso, esse poster aumentou mas ainda a certeza do que eu quero pra minha vida.
    Obrigada por transmitir essa energia positiva através dessas palavras em forma de benção.
    Almir postado recentemente…TELEXBIT- Perguntas e Respostas Para Novos DivulgadoresMy Profile

    Responder

  6. Fantástico seu artigo!

    Não é fácil encontrar o propósito de vida. Mas não é bom ficar paranoico em relação a isso. Acredito que o nosso propósito de vida é fazer o bem ao próximo e pedi a Deus sabedoria. Essa é a chave.
    Solange falou do Flávio Siqueira… Ele é ótimo! Eu o acompanho há muito tempo. Ele escreveu alguns livros também. Vale muito a pena conhece-lo.

    Bjo

    Responder

  7. Ótimo texto Viviane, eu concordo com o que você falou, as vezes me dá um vazio, sinto saudade de algum lugar, de alguma coisa. Mas a vida continua né e vamos que vamos!

    Responder

  8. Que coisa linda esse artigo Viviane, atualmente pela necessidade poucos fazem exatamente o que gostam, a dificuldade de emprego, o medo causam insegurança a muitas pessoas na hora de se decidirem se vale a pena tentarem realizarem os seus sonhos.
    Eu estou me dedicando para alcançar o sucesso naquilo que eu visualizo ser o “meu sonho”, estou plantando e tenho certeza que colherei futuramente, mas afirmo que não é fácil, é preciso ter foco, determinação e principalmente comprometimento.
    “Não desista dos seu sonhos”
    Todos os obstáculos servem para serem ultrapassados, no final a vitória é sempre nossa.
    Beijos
    Fique com Deus

    Responder

  9. Não é muito fácil explicar como encontrar o seu proposito de vida e como voce colocou bem “falar” faça o que voce ama é muito fácil, mas pinta aquela duvida, o que eu amo fazer? Depois disso vem a outra pergunta: Onde isso vai me levar e vai dar grana? Bom, se voce não “caminhar” voce não vai sair do lugar e se voce agir com o pensamento de prosperar, as coisas acabam de alguma forma contribuindo para que voce consiga. Acreditar e ter Fé que vai conseguir, coloca em movimentos forças “misteriosas”.

    Responder

  10. Acho que quando somos jovens achamos que tudo vai der certo por si só, que as coisas irão acontecer.
    Deixamos a vida levar, até percebermos que, talvez, não tenhamos feito as melhores escolhas.

    Acredito que qualquer coisa pode gerar rendimentos, basta encontrarmos o formato correto.
    Devemos seguir os nossos sonhos e acharmos uma maneira de rentabilizar isso, caso contrário iremos viver a vida inteira esperando o dia da aposentadoria. Não vejo propósito nisso.

    Responder

  11. Eu estava me sentindo assim no trabalho, não era o que eu queria, eu me sento bem trabalhando em frente a um computador, mais confesso que não foi eu que tomou essa decisão, a empresa onde eu trabalhava passou por uma crise dispensou uma turma, eu estava no mei, enquanto os estavam tristes, eu por dentro estava me sentindo aliviado por não fazer mais aquilo que ja não fazia mais sentido para mim. hoje trabalho em casa fazendo meus horarios ganhando mais. e melhor de tudo, me sentindo Livre.

    Responder

    1. ah Sergio isso é tão bom, né? eu ainda tenho dúvidas, não me sinto confortável só trabalhando em casa, preciso sair e sentir a obrigadação de me arrumar, esquisito mas é verdade, se eu ficar só em casa, não me cuido e isso me faz sentir bem mail, ainda tenho que trabalhar muitas crenças limitantes em mim, obrigada bjs

      Responder

  12. Bom dia,

    Acho que a coisa mais importante na vida de uma pessoa é quando ela descobre o seu propósito de vida, por que a partir daí, tem-se uma direção exata de seu caminho. Isso é maravilhoso quando acontece, principalmente para quem as vezes sente um vazio enorme e uma falta de rumo, que é mais comum do que se pensa nessa vida insana que vivemos hoje, com tanta correria, preocupação, compromissos e escravidão, principalmente no trabalho.

    Responder

    1. é isso mesmo Maria Tereza, principalmente quando sentimos esse vazio…é exatamente seu proposito te chamando, bjs e obrigada pela visita

      Responder

  13. Simplesmente demais esse seu artigo. As vezes somos empurrados pelo fluxo e achamos que está tudo bem, que a vida é isso mesmo.

    Um tempo atrás descobri um canal de um jovem chamado Flávio Siqueira que tem um trabalho incrível, nos faz questionar. Procura no Youtube por Flávio Siqueira, talvez possa te interessar.

    Bjos…

    Responder

  14. Viviane, muito bom teu texto. Concordo com tudoooo. Estou nessa fase: trabalhando, ainda, na Universidade [que foi também uma paixão em muitos aspectos! e me ensinou muito!] – mas estudando muitoooooo e me preparando para, enfim, viver da minha criatividade e com o meu propósito, com novas metas e desejos. Até dizia que seria para a aposentadoria, ou seja, pra mais tarde. Mas resolvi antecipar o processo – vários motivos me levar a isto. O difícil é ter a paciência necessária pra isso acontecer, né? Vou levar o link do teu post lá para o grupo Empreender com Arte, ok? Abraços!

    Responder

    1. isso mesmo querida qdo a gente tá mais madura tem uma paciência maior com essa transição de carreira mas também não vou conseguir esperar a minha aposentadoria para começar, o coração não espera tanto….bjs e obrigada pela visita e carinho

      Responder

  15. Vivi, muito bom o seu texto… li algo sobre isso outro dia. Sobre ter certeza de que o “faço por amor” não é um caminho fácil, já que nossas contas e credores não entendem essa “filosofia de vida”! Parece um sonho mágico, fácil e que tudo vai dar certo. Mas no meu ponto de vista, eu acredito sim que pode acontecer e você viver do que ama e ainda ter sucesso, ganhar dinheiro etc. Porque tudo depende de você! E você está certa. São escolhas diferentes em momentos diferentes. Eu também optei por trabalho informal durante muito tempo para o sustento dos meus filhos. Mas já era meio rebelde quando escolhi a minha profissão – publicidade e propaganda – quando todos achavam que eu devia estudar inglês e ser secretária! Mais doida ainda me acharam quando depois de 30 anos de profissão, larguei tudo para ser artesã e professora de tecelagem manual! Há altos e baixos e principalmente foco e força de vontade em estudar muitooooooooo… muito mesmo! Hoje eu vivo integralmente do artesanato, seja produzindo, ensinando ou trabalhando como produtora de conteúdo para esse nicho, mas é fácil? Não… é um trabalho árduo de sempre se atualizar, se capacitar e se superar! E vamos nós, subindo e descendo montanhas, mas sempre em frente!
    Venha conhecer o meu site: http://www.ganhardinheirocomartesanato.com! Depois me conta o que achou tá? Beijos

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

CommentLuv badge